Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
298,00 283,00 280,00
GO MT RJ
286,00 288,00 290,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2510,00
Garrote 18m 2880,00
Boi Magro 30m 3780,00
Bezerra 12m 2100,00
Novilha 18m 2400,00
Vaca Boiadeira 2920,00

Atualizado em: 8/8/2022 09:26

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Pequenos e médios pecuaristas são maioria em MT

 
 
 
Publicado em 23/06/2022

Diferentemente do que muitos pensam, o setor da pecuária em Mato Grosso não é formado, em sua maioria, por grandes fazendeiros. Pelo contrário. São os pequenos e médios produtores, com até mil cabeças de gado, os responsáveis por manter a atividade no Estado, que possui o maior rebanho bovino do Brasil.

Este perfil do pecuarista mato-grossense foi identificado pela pesquisa realizada pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), que entrevistou 409 pecuaristas em Mato Grosso, de todas as sete macrorregiões do Estado, em 93 municípios. Juntos, eles possuem 356 mil cabeças de bovinos. Veja a pesquisa completa aqui.

Segundo a pesquisa, um total de 78% dos entrevistados declarou possuir um rebanho de até 1 mil cabeças de gado, enquanto somente 6% afirmou ter mais de 3 mil bovinos. Além disso, o sistema de produção mais realizado pelos pecuaristas em Mato Grosso é a recria/engorda.

Ainda de acordo com a pesquisa, a maioria das propriedades com bovinos em Mato Grosso possui até 500 hectares. Ou seja, 58% dos produtores entrevistados possuem uma pequena propriedade. Já os pecuaristas que possuem grandes propriedades, acima de 10.001 hectares, representam apenas 2% dos entrevistados.

A pesquisa identificou ainda que o perfil do pecuarista de Mato Grosso é formado, em sua maioria, por pessoas de 46 a 65 anos, que estão na atividade entre 11 e 35 anos. A respeito do grau de ensino dos pecuaristas, 45%, possuem ensino superior, enquanto apenas 7% dos pecuaristas se declararam com apenas ensino básico.

Para o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Oswaldo Pereira Ribeiro Júnior, a pesquisa demonstra a importância dos pequenos produtores da cadeia bovina da carne e a necessidade de levar ferramentas para que o produtor possa produzir uma carne de melhor qualidade e ter maior rentabilidade.

O levantamento dos dados da pesquisa foi realizado entre os meses de setembro e outubro de 2021, por telefone, com os pecuaristas de Mato Grosso. A escolha do produtor foi feita de maneira aleatória, sendo que a distribuição entre as regiões foi feita de acordo com a quantidade de propriedades por região, conforme o Censo Agropecuário 2017 do IBGE.

Com as informações levantadas, buscou-se traçar o perfil do pecuarista na era digital em Mato Grosso, e para isso foram analisadas informações dos pecuaristas entrevistados quanto ao grau de instrução, idade e tempo de produção, por exemplo. Com informações da Acrimat.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[05/08/2022] - Arroba: frigorífico seguem segurando as compras
[05/08/2022] - ASSOCON: produto à base de plantas não é carne
[05/08/2022] - Pecuaristas do RS querem união para faturar mais
[05/08/2022] - Como estão as exportações argentinas de carne?
[05/08/2022] - China compra mais produtos do agro dos EUA
[04/08/2022] - Arroba: boi em queda e carne em alta
[04/08/2022] - Arroba: frigoríficos ampliam queda do boi em SP

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[04/08/2022] - Brasil vai exportar carne com osso ao Uruguai
[04/08/2022] - Arroba: indicador está abaixo de julho de 2021
[04/08/2022] - China domina exportações de carne do Brasil
[04/08/2022] - Porto de Santos bate recordes puxado pelo Agro
[03/08/2022] - Arroba: pecuaristas seguram o boi
[03/08/2022] - Abates têm alta de 4% no segundo trimestre
[03/08/2022] - Falta de crédito prejudica confiança do agro
[03/08/2022] - Crédito rural: governo demora a liberar recursos
[03/08/2022] - Ministro argentino promete priorizar agro
[02/08/2022] - Exportações: faturamento bilionário em julho
[02/08/2022] - Carne: menor produção em 20 anos
[02/08/2022] - Arroba: frigoríficos seguram as compras
[02/08/2022] - Frigoríficos cobram dívida de R$ 100 mi de Cuba
[02/08/2022] - Fiscalização encontra 2 mil bois irregulares em MS
[02/08/2022] - Leite: Câmara aprova urgência em apoio ao produtor
[02/08/2022] - Saldo comercial é o segundo melhor da história
[02/08/2022] - Queda de impostos já aparece na inflação
[01/08/2022] - Arroba: sexta deu início ao movimento de alta?
[01/08/2022] - Leite: preço pago ao produtor bate recorde
[01/08/2022] - Leite: aumento de renda puxará gasto com lácteos
[01/08/2022] - Milho: preços voltam a subir em SP
[01/08/2022] - Milho: colheita da safrinha chega a 97,9% em MT
[01/08/2022] - Veterinários simulam emergência sanitária em SP
[29/07/2022] - Exportações renderam US$ 12,2 bi ao Brasil
[29/07/2022] - Arroba: virada de mês pode puxar preço do boi
[29/07/2022] - Arroba: frigoríficos tentam derrubar o boi China
[29/07/2022] - Desemprego cai ao menor nível desde 2015
[29/07/2022] - Quadrilha adulterava farelo de soja em MT
[29/07/2022] - Protesto de fiscais atrasa exportações de milho
[29/07/2022] - Bancos querem intervir na pecuária
[28/07/2022] - Arroba: frigoríficos pressionam, sem sucesso
[28/07/2022] - Pecuaristas não vendem boi abaixo do custo
[28/07/2022] - Políticas ambientais podem levar à falta de comida
[28/07/2022] - China vai importar farelo de soja do Brasil
[28/07/2022] - IGP-M vem abaixo das expectativas
[27/07/2022] - Frigoríficos ainda tentam forçar baixa do boi
[27/07/2022] - Minerva vê barreiras sem sentido ao boi do Brasil
[27/07/2022] - Arroba: boi China já está valendo mais em SP
[27/07/2022] - Leite: tendência no Paraná é de alta
[27/07/2022] - Importações de fertilizantes aumentam 172%
[27/07/2022] - Governo amplia ajuda a pequeno e médio produtor
[27/07/2022] - Argentina não vai reduzir imposto sobre o agro
[26/07/2022] - Exportações: preço da carne continua elevado
[26/07/2022] - Arroba: frigoríficos testam preços menores
[26/07/2022] - Arroba: à espera do fim do mês
[26/07/2022] - Entidade publica alerta aos produtores de leite
[26/07/2022] - China quer milho brasileiro o mais rápido possível
[26/07/2022] - ITR: prazo começa em 15 de agosto
[25/07/2022] - Pecuaristas querem ter frigorífico próprio
[25/07/2022] - Arroba: frigoríficos alongam ainda mais as escalas

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br