Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
330,00 312,00 328,00
GO MT RJ
315,00 309,00 309,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2620,00
Garrote 18m 2920,00
Boi Magro 30m 3610,00
Bezerra 12m 2300,00
Novilha 18m 2670,00
Vaca Boiadeira 2840,00

Atualizado em: 19/1/2022 10:45

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Rússia libera exportações de 12 frigoríficos

 
 
 
Publicado em 24/11/2021

O Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor) atualizou a lista de frigoríficos brasileiros habilitados a exportar a seu mercado, com a inclusão das 12 plantas que tiveram a suspensão temporária retirada.

Os três frigoríficos de carne bovina e os nove de carne suína, no entanto, estão sujeitos ao controle reforçado da autoridade sanitária russa. Os dez primeiros lotes de produtos exportados por essas unidades passarão por amostragem obrigatória para verificação laboratorial, destacou a Representação Comercial da Rússia no Brasil.

A medida preventiva ainda é adotada em função do risco identificado de presença do aditivo ractopamina nas cargas, motivo pelo qual as empresas tiveram as licenças de exportação suspensas em 2017.

Esse é o último estágio antes da abertura sem qualquer restrição. Todos os itens devem ser produzidos a partir do dia 25 de novembro. O anúncio ocorreu depois da viagem da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a Moscou. “Já estamos colhendo os frutos da nossa missão oficial à Rússia”, disse.

Entre as nove plantas de carne suína reabilitadas, quatro são da BRF - em Rio Verde (GO), Lajeado (RS), Campos Novos (SC) e Lucas do Rio Verde (GO) -, uma da JBS, em Caxias do Sul (RS), e três da Seara, que é controlada pela JBS - em Três Passos (RS), Itapiranga (SC) e Seara (SC). A nona unidade é da Pamplona Alimentos, em Presidente Getúlio (SC).

A JBS também teve duas plantas de carne bovina autorizadas a exportar para a Rússia. São as unidades de Naviraí e Campo Grande, ambas em Mato Grosso do Sul. O terceiro frigorífico foi da empresa Mercúrio Alimentos, em Xinguara (PA).

Além dessas plantas, a Rússia anunciou, na semana passada, a habilitação de um frigorífico da Minerva, em Rolim de Moura (RO), e a autorização para retomada dos embarques da unidade da companhia em Mirassol d’Oeste (MT), que estava suspensa. Essas duas unidades não têm qualquer restrição ou controle aprimorado para vender carne bovina ao mercado russo.

O Brasil tem 32 frigoríficos de carne suína habilitados a exportar para a Rússia. Desses, apenas cinco têm autorização para embarques sem qualquer restrição. Os nove constantes desta reabertura estão com controle aprimorado e outras 18 unidades continuam com as exportações suspensas desde 2017.

A lista de empresas autorizadas a vender carne bovina é maior. São 57 frigoríficos brasileiros listados pelo serviço sanitário russo. Desses, 16 têm permissão para exportar sem qualquer proibição. Os três abatedouros constantes da reabertura mais recente estão com controle aprimorado e outros 46 estão com a licença de exportação suspensa, alguns desde 2014.

Nove dos 12 frigoríficos listados hoje ainda sofrem restrições no fornecimento de membranas intestinais e matérias-primas intestinais. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[19/01/2022] - Arroba: exportações podem bater recorde histórico
[19/01/2022] - Agro domina exportações em portos do Paraná
[19/01/2022] - Marfrig: ômicron não afeta abates
[19/01/2022] - Pecuaristas recusam acordo com frigorífico fechado
[19/01/2022] - Leite: ano pode ser complicado para o produtor
[19/01/2022] - Milho volta a rondar os R$ 100 a saca
[19/01/2022] - IGP-M volta a acelerar

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[18/01/2022] - Exportações de carne estão acima de janeiro 2021
[18/01/2022] - Arroba: cenário de estabilidade
[18/01/2022] - Escalas estão menores em Mato Grosso
[18/01/2022] - Briga por ICMS sobre o milho vai à Justiça
[18/01/2022] - Pecuaristas protestam contra a Globo Rural
[17/01/2022] - Arroba: nem pra cima, nem pra baixo
[17/01/2022] - Frigorífico fecha e deixa dívida milionária
[17/01/2022] - Milho volta a ser negociado acima de R$ 100 a saca
[17/01/2022] - JBS anuncia novo presidente da JBS Brasil
[17/01/2022] - Globo Rural ataca a Pecuária brasileira
[17/01/2022] - Estados decidem elevar ICMS sobre combustível
[14/01/2022] - PIB do Agro cresceu 10% em 2021
[14/01/2022] - Arroba: pecuarista vai segurar o boi
[14/01/2022] - Arroba: preços não acham espaço para cair
[14/01/2022] - Milho: produção deve crescer em 2022
[14/01/2022] - Varejo vendeu mais puxado por supermercados
[14/01/2022] - Exportações do Agro cresceram 9,5% em SP
[14/01/2022] - Câmara aprova incentivo a reservas em fazendas
[13/01/2022] - Arroba: frigoríficos seguem tentando pressão
[13/01/2022] - CEPEA: ano inicia com arroba em alta
[13/01/2022] - Chineses vão pagar mais caro pela carne suína
[13/01/2022] - Tereza Cristina visita áreas atingidas pela seca
[13/01/2022] - Safra tem perdas severas também no Paraná
[12/01/2022] - Consultoria prevê mercado bom para exportações
[12/01/2022] - Exportações de carne de MT bateram US$ 1,7 bi
[12/01/2022] - Arroba: frigoríficos e pecuaristas olham o mercado
[12/01/2022] - Onda de calor preocupa produtores do Sul do Brasil
[12/01/2022] - Chuvas começam a perder força no Brasil Central
[12/01/2022] - Polícia prende quadrilhas que roubam defensivos
[11/01/2022] - Arroba: frigoríficos tentam baixa, sem sucesso
[11/01/2022] - Exportações: China já movimenta o mercado
[11/01/2022] - Frigoríficos dos EUA reduzem produção por COVID
[11/01/2022] - Canadá registra caso de vaca louca
[11/01/2022] - Milho: como ficará o mercado em 2022?
[11/01/2022] - Peste Suína Africana se espalha pela Europa
[11/01/2022] - Peste suína também chega à Tailândia
[11/01/2022] - Inflação bateu recorde, puxada por combustíveis
[10/01/2022] - Neloristas cobram posicionamento claro do Bradesco
[10/01/2022] - Spoleto ataca e depois pede desculpas a produtores
[10/01/2022] - Exportações: faturamento cresceu apesar da China
[10/01/2022] - Arroba: boi exportação tem ágio de até R$ 15
[10/01/2022] - Milho: produtores seguram as vendas
[10/01/2022] - Agro responde por 77% das exportações de Goiás
[10/01/2022] - Crédito rural: contratações dispararam 30% em 2021
[17/12/2021] - Boi pode subir com força nos próximos dias
[17/12/2021] - MAPA quer que a China habilite novos frigoríficos
[17/12/2021] - Arroba: quem vai ceder primeiro?
[17/12/2021] - ABPA: cenário está muito bom para carne brasileira
[17/12/2021] - Frigoríficos pedem novas normas contra o Covid
[17/12/2021] - Leite: inflação está alta para o produtor

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br