Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
295,00 285,00 291,00
GO MT RJ
280,00 277,00 295,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2500,00
Garrote 18m 2850,00
Boi Magro 30m 3510,00
Bezerra 12m 2190,00
Novilha 18m 2620,00
Vaca Boiadeira 2840,00

Atualizado em: 28/9/2021 11:37

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Ministro Tarcísio defende construção da Ferrogrão

 
 
 
Publicado em 21/07/2021

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, revelou nesta terça-feira (20/7) que a Ferrogrão, ferrovia cujo projeto é considerado prioritário pelo governo federal, já possui interessados em seu futuro licenciamento. Em live organizada pelo jornal Valor Econômico, o ele afirmou que a equipe do governo tem se encontrado semanalmente com potenciais investidores e que, por isso, tem concentrado esforços para viabilizar sua construção.

“Por que nós trabalhamos no projeto da Ferrogrão? Porque a gente está encontrando reverberação no mercado, a gente está encontrando eco. Se nós não tivéssemos encontrando eco, a gente não gastaria energia com ele. Se nós não estivéssemos interagindo com grupos qu demonstram interesse, nós não estaríamos interagindo ou gastando energia com ele”, afirmou Tarcísio ao pontuar que “não gasta energia com projetos que não tenha a menor possibilidade de sair”.

Como exemplo, o ministro citou o arrendamento do terminal de contêineres do porto de Suape, em Pernambuco. Segundo ele, embora o arrendamento tenha sido autorizado pelo TCU, a opção do governo foi por não realizá-lo porque não havia interessados. “Era uma licitação que iria fracassar. Nós não encontramos reverberação no mercado ou eco de mercado para esse projeto. A Ferrogrão é o contrário. A gente tem encontrado eco de mercado”, completou o ministro.

Ainda de acordo com Tarcísio, há um “grupo grande, muito vigoroso, que conhece a região e que está estudando detidamente Ferrogrão e acompanhando todos os movimentos” e com quem o governo interage semanalmente. Segundo ele, sem o interesse desses investidores, o projeto da ferrovia que liga Sinop, no Mato Grosso, a Miritituba, no Pará, já teria sido abandonado.

“Se esse grupo chegasse para nós e dissesse que perdeu o interesse e que não quer mais saber de Ferrogrão, a gente já teria abandonado. Porque a gente tem que fazer o possível. Fazer os projetos que estão ao nosso alcance. Tem muitos projetos no brasil para viabilizar. Esse é mais um. É um projeto importante? Sem dúvida”, disse o ministro.

Extensão da Ferronorte

Tarcísio também comentou a iniciativa do governo do Mato Grosso de procurar investidores para estender a Ferronorte, que liga Rondonópolis ao Porto de Santos, até Cuiabá e Lucas do Rio Verde. Segundo ele, a extensão é “bem-vinda” e se o governo estadual não fizesse, o próprio governo federal o faria.

“O que a gente puder agregar de oferta de transporte ao Estado do Mato Grosso é pouco. O que a gente puder fazer de infraestrutura para o Mato Grosso é pouco”, destacou o ministro, sem deixar de comparar o projeto estadual com o federal, que liga o Estado aos portos do Arco Norte.

“O que a extensão da Ferronorte vai fazer é agregar mais TKU [toneladas quilômetro útil] para a concessionária da Ferronorte. Ela vai pegar carga mais longe, então vai ter mais TKU. Agora, ela aumenta a oferta ferroviária? Não”, pontuou o ministro ao avaliar que a “extensão por si não traz competição” e que, portanto, não contribui para reduzir o valor do frete local.

Crítica ambiental

Em relação às críticas ambientais feitas ao projeto da Ferrogão, Tarcísio chamou de mentirosas as afirmações de que a ferrovia causará desmatamento de 2 mil km² de floresta nativa, feita por um grupo de organizações de esquerda em uma notificação enviada a instituições financeiras.

“Quem fala que vai devastar floresta, que vai acabar com o meio ambiente e etc, está mentindo”, disse o ministro ao enumerar os benefícios ambientais que a Ferrovia poderia gerar.

“Essa guerra que está sendo colocada tem um caráter ideológico muito forte. São pessoas que desconhecem o esforço que foi feito e preferem desconhecer porque tenho certeza absoluta que ninguém conhece com profundidade o projeto que está posto”, criticou o ministro. Ainda de acordo com ele, o projeto não intercepta “nenhuma terra indígena”. “As duas terras indígenas mais próximas estão a 4 km e a 7 km já na chegada a Itaituba”, defendeu Tarcísio.

Projeto suspenso

Desde outubro de 2020, o projeto é alvo de uma Representação do Ministério Público Federal (MPF) e de associações indígenas junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) por não ter consultado 16 terras indígenas impactadas pelo trajeto da ferrovia. Já em março deste ano, o Supremo Tribunal Federal suspendeu o projeto numa ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo Psol. Com informações do Globo Rural.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[28/09/2021] - China recusa reunião com o MAPA sobre o embargo
[28/09/2021] - Arroba: semana começou devagar
[28/09/2021] - Arroba: frigoríficos menores estão pagando mais
[28/09/2021] - Marfrig anuncia fechamento definitivo de unidade
[28/09/2021] - Marfrig e BRF virarão uma só empresa?
[28/09/2021] - Milho interrompe queda em SP
[28/09/2021] - China pode bloquear exportação de fertilizantes
[28/09/2021] - Confiança da indústria caiu em setembro
[28/09/2021] - Prazo para entrega do ITR termina dia 30/09

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[27/09/2021] - Frigoríficos tentam forçar baixa, sem sucesso
[27/09/2021] - Arroba: em SP, estabilidade
[27/09/2021] - Arroba: preços travados mesmo sem a China
[27/09/2021] - CEPEA: compradores de milho recuaram
[27/09/2021] - Milho: preços recuaram na semana passada
[24/09/2021] - Chineses pode estar usando embargo para pechinchar
[24/09/2021] - Arroba: poucas negociações no mercado
[24/09/2021] - CADE aprova compra de ações da BRF pela Marfrig
[24/09/2021] - Expansão da JBS causa preocupação na Austrália
[24/09/2021] - Leite: alta de custos não dá trégua
[24/09/2021] - Governo de SP isenta gado PO de ICMS
[24/09/2021] - Reino Unido quer acordo de importação com o Brasil
[24/09/2021] - Tereza Cristina está com Covid-19
[24/09/2021] - Governo reabre prazo de parcelamento para Funrural
[24/09/2021] - Aftosa: dez estados deixarão de vacinar em 2023
[23/09/2021] - Frigoríficos vão exportar carne para outros países
[23/09/2021] - Embargo chinês continua sem justificativa técnica
[23/09/2021] - Arroba: mercado lento, mas estável
[23/09/2021] - CEPEA: indicador do boi caiu 4,5%
[23/09/2021] - Milho: como estão os preços no mercado futuro?
[23/09/2021] - Bolsonaro zera PIS/COFINS sobre o milho
[23/09/2021] - Quando volta a chover no Centro-Oeste?
[22/09/2021] - Arroba: frigoríficos travam abates
[22/09/2021] - Arroba: boi segue com preços estáveis em SP
[22/09/2021] - Milho: impasse continua no mercado
[22/09/2021] - Leite sobe mas custos ainda pressionam produtor
[22/09/2021] - Brasil pode expandir pecuária sem desmatar
[21/09/2021] - Exportações do Agro batem US$ 10 bi em agosto
[21/09/2021] - Como realmente estão as exportações de carne?
[21/09/2021] - Arroba: mercado devagar, mas cotações estão firmes
[21/09/2021] - Em Mato Grosso, pecuaristas aguardam desfecho
[21/09/2021] - Como estão as negociações de boi em Goiás?
[20/09/2021] - Reino Unido confirma vaca louca e não sofre sanção
[20/09/2021] - Arroba: boi já parou de cair
[20/09/2021] - Arroba: situação complicada para o pecuarista
[20/09/2021] - Mercado espera definição da China, talvez hoje
[20/09/2021] - Milho: mercado travado
[20/09/2021] - Polícia recupera 336 bois furtados em SP
[17/09/2021] - O que os frigoríficos pretendem fazer agora?
[17/09/2021] - Rússia restringe compras de MG e MT
[17/09/2021] - Arroba: frigoríficos derrubam as cotações em SP
[17/09/2021] - Carne estocada pode ir para o mercado interno
[17/09/2021] - Empregos: Agro já recuperou o nível pré-pandemia
[17/09/2021] - Agro será o setor mais beneficiado com o 5G
[16/09/2021] - Arábia Saudita retira embargo ao Brasil
[16/09/2021] - CEPEA: embargo chinês deve ser revertido logo
[16/09/2021] - Boi caiu, mas preço da carne continua o mesmo
[16/09/2021] - Arroba: incerteza ainda trava negociações
[16/09/2021] - Pedido de vistas interrompe julgamento no STF
[16/09/2021] - MST abraça capitalismo e capta dinheiro no mercado

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br