Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
223,00 213,00 220,00
GO MT RJ
211,00 200,00 210,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2010,00
Garrote 18m 2310,00
Boi Magro 30m 2880,00
Bezerra 12m 1590,00
Novilha 18m 1920,00
Vaca Boiadeira 2240,00

Atualizado em: 7/8/2020 14:33

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

China pode suspender mais frigoríficos brasileiros

 
 
 
Publicado em 01/07/2020

O governo brasileiro teme novas suspensões de frigoríficos pela China, além dos três já impedidos de exportar por determinação do país asiático e de outro barrado pelo próprio Ministério da Agricultura, num momento em que os chineses vêm endurecendo as restrições sanitárias à importação de alimentos diante de sinais de um novo surto de casos de covid-19 naquele país.

Segundo o Valor apurou, mais duas unidades podem entrar na lista de Pequim, que vem pedindo informações sobre casos de contaminação de funcionários nas fábricas do segmento. Além de estabelecimentos de carnes bovina e frango, os chineses também fizeram questionamentos sobre plantas de abate de suínos – de grandes empresas e de frigoríficos de menor porte.

Antes das suspensões, 102 frigoríficos do Brasil estavam habilitados a exportar à China, principal destino das exportações de carnes do país. Ainda que o número de plantas suspensas seja pequeno até agora, Brasília ainda busca entender quais critérios técnicos vêm sendo usados pela China para suspender as plantas, mesmo que temporariamente.

Por ora, o esforço é para afastar a questão ideológica do debate comercial com a China e levantar as suspensões de forma “clara e técnica”. O governo brasileiro vê a ação da China como um movimento global, já que Pequim também suspendeu a importação de carnes de unidades de países como Reino Unido, Holanda, EUA, Canadá e Austrália.

Ontem, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, sustentou, em conversa com parlamentares da bancada ruralista e diretores de mais de 40 associações de produtores e exportadores, que não há “problema de relação” com a China.

De acordo com informações de uma fonte, ela teria pedido para que sejam evitadas declarações à imprensa sobre o assunto. Na segunda-feira, o Ministério da Agricultura informou, em nota, que a China suspendeu a importação de carnes de três frigoríficos brasileiros após tomar conhecimento de casos de funcionários infectados com o novo coronavírus por notícias veiculadas na imprensa brasileira. “É uma questão de segurança alimentar. A população chinesa está com medo de um novo surto e eles têm que dar uma resposta”, afirmou a fonte. Mas paira a dúvida sobre os critérios científicos usados para as suspensões, uma vez que não há comprovação ou evidências científicas de que o novo coronavírus seja transmitido por meio de alimentos in natura ou processados. É isso que aumenta o temor entre as empresas exportadoras.

Entre as plantas suspensas estão as unidades mato-grossenses de abate de bovinos de Várzea Grande, da Marfrig, e de Rondonópolis, que é da Agra (Grupo Alibem). Na indústria avícola, foram suspensas as exportações do frango processado pela Minuano em Lajeado e pela JBS em Passo Fundo – ambas no Rio Grande do Sul, esta última vetada pelo próprio Ministério da Agricultura.

“Não há fundamento técnico algum nessa suspensão. O produto está chegando lá, sendo analisado sem problema de qualquer natureza, sem covid-19. Mas é uma forma de dar satisfação ao consumidor chinês”, disse o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra.

Analistas consultados pelo Valor também observaram que as suspensões ocorrem depois importações firmes chinesas de grãos e carnes nos últimos meses. Com informações do Valor.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[07/08/2020] - Exportações chegam perto das 200 mil toneladas/mês
[07/08/2020] - Frigoríficos: dependência da China não preocupa
[07/08/2020] - Boi sobe e pecuaristas aumentam as vendas
[07/08/2020] - Arroba: consumo de carne melhora e puxa o boi
[07/08/2020] - Reposição: alta não dá trégua
[07/08/2020] - PIB do Agro cresceu quase 5% em 2020

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[06/08/2020] - Arroba: frigoríficos pagam mais até pela vaca
[06/08/2020] - Um estado onde a reposição subiu mais de 60%
[06/08/2020] - Leite: produtor vai receber mais em agosto?
[06/08/2020] - Lácteos sobem no atacado
[06/08/2020] - Minerva anuncia a compra de frigorífico
[06/08/2020] - Preço do milho vai cair?
[06/08/2020] - Pedidos de seguro-desemprego menores que em 2019
[06/08/2020] - BC corta juros e taxa está no menor nível
[05/08/2020] - Arroba: frigoríficos oferecem mais pelo boi comum
[05/08/2020] - Disparada na reposição vai ter fim?
[05/08/2020] - Confinamento vai valer a pena este ano?
[05/08/2020] - Milho: preço sobe sem trégua há 10 dias
[05/08/2020] - MAPA digitaliza registros para alimentação animal
[05/08/2020] - PIB do Agro no Paraná supera 2019 e bate recorde
[04/08/2020] - Julho confirma recorde histórico das exportações
[04/08/2020] - Arroba: não tem boi no mercado
[04/08/2020] - Oferta curta segue puxando a arroba em MT
[04/08/2020] - Para onde vai a arroba do boi?
[04/08/2020] - Indústria brasileira cresce pelo segundo mês
[04/08/2020] - Cade aprova mais uma aquisição da JBS
[03/08/2020] - Arroba: boi comum já consegue preço de boi China?
[03/08/2020] - Carne sobe com otimismo do mercado
[03/08/2020] - Leite: preços tiveram forte alta em julho
[03/08/2020] - JBS usa Banco Original para fazer caixa
[03/08/2020] - Milho: mercado vive impasse
[03/08/2020] - Presidente do BC elogia medidas no crédito rural
[03/08/2020] - Polícia apreende 700 bovinos em operação
[03/08/2020] - Produtor deve tomar cuidado com o ITR deste ano
[31/07/2020] - Preço do boi pode bater recorde nos próximos dias
[31/07/2020] - Arroba: disparada do boi já começou
[31/07/2020] - Enchentes podem espalhar peste suína na China
[31/07/2020] - China: exportadores argentinos reagem a exigências
[31/07/2020] - A disparada nos preços da reposição
[31/07/2020] - Justiça condena fiscais do MAPA por Carne Fraca
[31/07/2020] - Justiça nega fechamento de unidade da JBS
[31/07/2020] - Agro faz Mato Grosso bater recorde de empregos
[30/07/2020] - Média da arroba do boi é recorde para julho
[30/07/2020] - Leite também bate recorde histórico de preço
[30/07/2020] - Arroba dispara com ajuda firme das exportações
[30/07/2020] - Reposição cada vez mais cara no Tocantins
[30/07/2020] - Goiás gerou empregos graças ao agronegócio
[30/07/2020] - Empresa da JBS nos EUA tem prejuízo no trimestre
[30/07/2020] - Confiança de serviços recuperou 50% da crise
[29/07/2020] - Mercado aponta para mais altas pro boi
[29/07/2020] - Minerva aproveita o momento e reverte prejuízo
[29/07/2020] - China bloqueia mais um frigorífico, agora de aves
[29/07/2020] - Confiança da indústria subiu, segundo a FGV
[29/07/2020] - Paraná muda regras para brucelose e tuberculose
[29/07/2020] - China vai investir em fazendas na Argentina?
[28/07/2020] - Exportações de carnes já bateram recorde histórico

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br