Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
154,00 143,00 149,00
GO MT RJ
141,00 139,00 146,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1440,00
Garrote 18m 1760,00
Boi Magro 30m 2030,00
Bezerra 12m 1110,00
Novilha 18m 1330,00
Vaca Boiadeira 1500,00

Atualizado em: 21/8/2019 10:29

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

CNA pressiona contra tabela de frete

 
 
 
Publicado em 05/06/2019

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) reafirmou ser contra a tabela de preços mínimos do frete rodoviário de transporte de cargas e defendeu a análise imediata das ações que questionam o tabelamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

O assunto foi tratado na terça (4) na reunião da Comissão Nacional de Infraestrutura e Logística da CNA. No encontro, o presidente do colegiado, Mário Borba, afirmou que a tabela da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fere a livre concorrência e prejudica a economia brasileira.

O assessor jurídico da Confederação, Rodrigo Kaufmann, explicou que há um ano a entidade batalha para acabar com a obrigatoriedade da tabela. “Recentemente entramos no STF com pedido de liminar para suspender a eficácia jurídica dos atos normativos da ANTT, que aumentaram os valores da tabela”.

Segundo Rodrigo, desde o início a entidade optou por não participar dos debates do tabelamento por acreditar na inconstitucionalidade do mesmo. “Nós entendemos que é um problema que traz uma responsabilidade política muito grande e que dependendo do resultado, poderá haver uma nova greve. Mas algo precisa ser feito”.

Para a assessora técnica da Comissão, Elisangela Pereira Lopes, a tabela não deve ser obrigatória. “Nós entendemos que ela pode servir como referência, mas não algo imposto, pois prejudica o setor, com aumentos progressivos dos custos com o transporte da produção”.

Outro ponto debatido no encontro foi o potencial para a estruturação e desenvolvimento dos condomínios de armazéns rurais no Brasil. A professora da Universidade de Brasília (UnB) Amanda Gaban apresentou as vantagens do novo modelo de ação coletiva rural.

“Existe um déficit de armazéns no país e a construção dos condomínios pode suprir essa demanda. Eles apresentam características semelhantes ao associativismo, trazem maior viabilidade financeira e reduzem os custos logísticos”.

Segundo Amanda, os condomínios são um modelo em expansão, viáveis e competitivos para o setor agropecuário brasileiro.

A navegação de cabotagem (entre portos marítimos do mesmo país) também foi um tema levantado. O consultor de Infraestrutura e Logística da CNA, Luiz Antônio Fayet, afirmou que o custo do transporte de cargas entre os portos brasileiros chega a ser de sete a dez vezes mais caro que a de longo curso (para fora do país).

“Nós queremos a mudança na legislação de cabotagem. A logística é um meio, não um objetivo. Não faz sentido o valor do frete desse tipo de navegação ser mais caro do que a de longo curso”.

Fayet explicou que o setor também enfrenta dificuldades para importar e contratar embarcações. “Um navio produzido no Brasil é três vezes mais caro do que um produzido na Coreia, por exemplo, e a entrega demora até dois anos. É um absurdo”.

Representantes de 18 Federações de Agricultura e Pecuária dos estados participaram da reunião via videoconferência. Com informações da assessoria de imprensa da CNA.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[21/08/2019] - BNDES: MP descobre que prejuízo com JBS foi maior
[21/08/2019] - JBS comprou avião com juro subsidiado
[21/08/2019] - Arroba: falta de boi puxa preço em duas praças
[21/08/2019] - Bolsonaro: queimadas podem ser ação criminosa
[21/08/2019] - Salles: notícias falsas prejudicam meio ambiente
[21/08/2019] - Ministro aguarda verba prometida por europeus
[21/08/2019] - Fusão cria a segunda maior em medicamentos
[21/08/2019] - MP da Liberdade Econômica muda algo para o Agro?

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[20/08/2019] - Arroba: escalas encurtaram em SP
[20/08/2019] - Frigoríficos seguram compra para não perder lucro
[20/08/2019] - Está faltando boi em algumas praças
[20/08/2019] - Faltam animais para reposição
[20/08/2019] - Exportações de carnes perderam força
[20/08/2019] - CNA pede que ADA não seja obrigatório no ITR
[20/08/2019] - MAPA digitaliza registro genealógico de animais
[20/08/2019] - Leite está estável no RS
[20/08/2019] - BNDES estende renegociação de crédito rural
[20/08/2019] - Governo vai monitorar represas em fazendas
[19/08/2019] - JBS: MPF vai denunciar funcionários do BNDES
[19/08/2019] - BRF não é mais acionista do Minerva
[19/08/2019] - Arroba: frigoríficos menores pagam mais pelo boi
[19/08/2019] - Arroba: fim de mês vai esfriar as cotações?
[19/08/2019] - Oferta curta encareceu reposição na Bahia
[19/08/2019] - Fundos estão de olho em empresas do agronegócio
[19/08/2019] - Ex-ministro de Lula elogia ações do governo
[19/08/2019] - Milho: queda no exterior pressiona preço no Brasil
[19/08/2019] - ITR deverá ser apresentado junto com CAR
[16/08/2019] - JBS muda estratégia para exportar mais à China
[16/08/2019] - JBS volta a falar em aquisições
[16/08/2019] - Dívida do Marfrig voltou a crescer
[16/08/2019] - Marfrig lamenta fim da fusão com a BRF
[16/08/2019] - China aumentará tarifa sobre carne da Austrália
[16/08/2019] - Arroba: oferta curta mantém preços firmes
[16/08/2019] - Atacado da carne em alta
[16/08/2019] - Milho: safra do MS baterá recorde
[16/08/2019] - Imposto sobre exportações preocupa o governo
[16/08/2019] - Agronegócio pede Embrapa mais moderna
[15/08/2019] - JBS lucrou mais de R$ 2 bi no trimestre
[15/08/2019] - Marfrig reverte prejuízo e volta a lucrar
[15/08/2019] - Frigoríficos lucraram pagando menos pelo boi
[15/08/2019] - Quem ganharia com a abertura da Indonésia?
[15/08/2019] - Carne: preço segue firme
[15/08/2019] - Arroba: frigoríficos não conseguem pressionar
[15/08/2019] - Arroba: pecuarista deve negociar bem o boi
[15/08/2019] - Vendas de sêmen cresceram 19% no semestre
[15/08/2019] - Soja puxa para baixo exportações do Agro
[15/08/2019] - Agro do MT confirma faturamento recorde
[15/08/2019] - Caminhoneiros querem tabela de frete obrigatória
[14/08/2019] - Arroba do boi subiu em várias praças
[14/08/2019] - Exportações de boi em pé seguem em queda
[14/08/2019] - IBGE: abates cresceram no Brasil
[14/08/2019] - Compra de leite subiu 7,1% em um ano
[14/08/2019] - Mercado futuro do boi gordo vai mudar
[14/08/2019] - China: liberação de frigoríficos está demorando
[14/08/2019] - China: economia piorou em julho
[14/08/2019] - JBS: alta das ações pode acelerar venda
[14/08/2019] - CPI do BNDES ouve ex-presidente do Independência
[14/08/2019] - Setor de insumos comemora crescimento do agro

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br